Indústria 4.0: Saiba como começar e quais os impactos

indústria-4-0-tecnologia
6 minutos para ler

É bem provável que você já tenha ouvido falar sobre Transformação Digital e Indústria 4.0. Esses dois assuntos estão cada vez mais recorrentes, já que o avanço tecnológico para o mundo dos negócios tem sido extremamente mais rápido. Mas afinal, você sabe o que caracteriza essa nova Revolução Industrial?

Vamos explicar a você todos os detalhes sobre como está o avanço da Indústria 4.0 no Brasil e daremos algumas dicas para que a sua empresa comece o quanto antes a transformação digital, criando novas oportunidades de negócios. Continue a leitura e saiba mais!

O que é a Indústria 4.0?

A incorporação da digitalização resultou no conceito de Indústria 4.0, que refere-se a 4ª revolução industrial, caracterizada pela adoção de controle e integração da produção, a partir de tecnologias conectadas em rede criando sistemas ciberfísicos.

A Indústria 4.0 é um novo marco de evolução da Revolução Industrial. Isso porque ela traz não apenas uma série de novas tecnologias para otimizar o dia a dia nas fábricas, como também novos conceitos e paradigmas para a construção de processo produtivo mais automatizado e eficiente.

Por meio de um conjunto de tecnologias como IoT – Internet das Coisas, robótica colaborativa, realidade aumentada, analytics, cloud, entre outras, empresas de todo o mundo começarão a mudar o modo de fazer negócios, com informações cada vez mais precisas em mãos para tomar as decisões mais inteligentes e levar vantagens competitivas para o mercado.

Qual é o contexto da Indústria 4.0 no Brasil?

Apesar das novas tecnologias já estarem chegando no Brasil, às indústrias no país ainda estão começando a aderir a Indústria 4.0. A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) divulgou, em 2018, que menos de 2% das empresas de manufatura estão seguindo as premissas da Indústria 4.0.

Alguns mitos, como os relacionados ao custo dessas inovações, têm impedido o avanço nas indústrias. Como muitas das tecnologias são importadas de outras regiões, como Estados Unidos ou China, há a ideia de que todas elas são inacessíveis. Porém, já é possível encontrar dispositivos inteligentes que oferecem excelente custo-benefício para as empresas.

O governo brasileiro estima que a redução de custos industriais, em todo o processo produtivo do país, pode chegar a R$ 73 bilhões caso as organizações brasileiras implementem mudanças desde o chão de fábrica até o backoffice. Isso representa uma economia dentro do seu negócio.

Assim como já aconteceu em outras regiões do mundo, é necessário que as empresas no Brasil invistam em tecnologias para produzir mais e gastar menos, gerando vantagens competitivas para os negócios e proporcionando experiências diferenciadas para seus clientes e consumidores.

Como começar a aplicar as inovações?

A implantação de novos processos e tecnologias nas empresas exige que algumas etapas importantes sejam seguidas para evitar que investimentos desnecessários sejam realizados ou, até mesmo, que não haja uma adesão por parte de todos os seus funcionários.

Veja quais são os passos fundamentais a serem dados!

Planejamento

É fundamental que, assim como em qualquer outra situação de análise de investimentos, os gestores se reúnam para planejar como e quais processos serão modificados pela adoção de novas tecnologias de manufatura avançada.

Isso deve ser realizado envolvendo as pessoas que serão diretamente impactadas pela implantação, pois elas conhecem como ninguém o que pode ser otimizado na sua organização.

O envolvimento de toda a equipe também é importante para dar início a uma cultura de inovação na sua empresa. Você deve mostrar que as novas tecnologias estão chegando para gerar valor, aumentar a produtividade e tornar as atividades do dia a dia mais simples, e não para substituir postos de trabalho.

Robôs, drones, sensores inteligentes e tantas outras ferramentas já são uma realidade: o que as pessoas precisam é entender quais tecnologias são relevantes aos seus processos produtivos.

Outro ponto essencial é investir em melhorias na estrutura de rede, tendo em vista que a maior parte das novidades disponíveis no mercado, como softwares que são hospedados em nuvem, só podem ser acessados se houver conectividade com a internet para fazer transmissões em tempo real.

Vale destacar que a sua empresa não precisa trocar todas as suas máquinas ou mudar todo o modelo de produção utilizado até então. Além de existirem equipamentos que podem apenas ser integrados aos sistemas que você já utiliza, a transformação digital de qualquer negócio pode acontecer de modo gradual, sem trazer prejuízos para a organização.

Coleta de dados

Os primeiros sistemas que podem ser implementados na rotina da sua empresa são aqueles que ajudam na coleta de dados, tanto nas relações de máquina para máquina quanto de máquina com funcionários.

A geração de um grande volume de dados — ou um big data — é essencial para que você consiga fazer, em seguida, um diagnóstico mais preciso e ainda melhor de como está a sua empresa.

O Manufacturing Execution Systems (MES), considerado um pilar importante para atender a Indústria 4.0, é um exemplo que pode ser implementado na sua fábrica, que integra os sistemas de gestão ao chão de fábrica e faz a coleta e o cruzamento de dados da área operacional. Com isso, você consegue monitorar todas as etapas de produção e encontrar os principais pontos que precisam ser otimizados.

Geração de informações

Depois de todos os dados brutos coletados, é hora de transformá-los em informações que sejam valiosas para o seu negócio. Ferramentas de inteligência artificial e business analytics com Machine Learning podem ajudá-lo nesse processo, mas você não pode esquecer de analisar a partir do contexto em que essas referências serão utilizadas.

Afinal, a maneira como um gerente de qualidade analisa esse dado é diferente da forma como o gestor de manutenção analisa, pois cada um tem um olhar de acordo com sua área.

Essas informações, que chegam sempre em tempo real com a ajuda das novas tecnologias, ajudarão a resolver problemas e tomar decisões de forma mais ágil, confiável e clara para toda a equipe. Isso faz com que os gestores possam direcionar os negócios com menos incertezas e inseguranças do que em outros momentos.

Passar pelo processo de inovação para estar cada vez mais próximo das propostas trazidas pela Indústria 4.0 é, a cada dia, mais inevitável.

Nesse momento, você deve planejar-se e encontrar os melhores parceiros em desenvolvimento de tecnologias para que a sua empresa não fique para trás e consiga obter todos os benefícios trazidos pelos dispositivos que vêm sendo criados.

Agora que você conheceu mais sobre este assunto, assine a nossa newsletter para receber novos conteúdos sobre tecnologia e indústria!

Você também pode gostar
-