5 benefícios do uso de plataformas de IIoT para a indústria brasileira

iiot
8 minutos para ler

Não há dúvidas de que a tecnologia está mudando o cotidiano de todos nós. Inúmeras atividades foram transformadas principalmente com o uso da internet e das conexões entre máquinas, objetos e pessoas. Não seria diferente com o setor fabril, no qual a IIoT (sigla para Industrial Internet of Things) tem conquistado um espaço cada vez maior.

Estima-se que ela já faça parte de 75% das grandes companhias. Desse modo, as empresas que têm apostado na transformação digital conseguem se manter no mercado com boa competitividade, além de usufruir de diversos outros benefícios.

Ricardo Afonso, consultor técnico para indústria 4.0 e IIoT do Grupo EDGE, esclareceu as principais dúvidas sobre o assunto para que você entenda melhor o que é internet industrial e quais vantagens ela traz para uma companhia. Acompanhe!

Compreenda o que são plataformas de IIoT

A utilização da digitalização no processo fabril resultou no conceito de indústria 4.0, que se refere à chamada 4ª Revolução Industrial. Com a incorporação de tecnologias conectadas em rede, é possível criar sistemas ciberfísicos para o controle e integração da produção.

De acordo com Ricardo Afonso, “não tem como deixar de falar sobre IIoT nas discussões sobre a indústria 4.0”. Isso porque a Internet Industrial das Coisas tem como objetivo conectar diversas pessoas, processos e dispositivos.

Ou seja, possibilita que máquinas se comuniquem entre si sem interferência humana (processo chamado M2M, ou Machine to Machine). Em outras situações, mantém máquinas conectadas com pessoas, e para esse processo dá-se o nome de M2P, sigla para Machine to People.

Conheça um exemplo da utilização de IIoT na indústria

Os óculos de realidade aumentada (AR) são um exemplo de IIoT que pode integrar pessoas, processos e máquinas. Digamos que sua empresa tenha adquirido uma máquina cujo fabricante está nos EUA e que o operador esteja com dificuldades em trabalhar com o equipamento.

“Então, por meio de recursos como o IIoT, como os óculos, por exemplo, ele pode se comunicar com a engenharia local, se conectar com o fabricante da máquina e interagir entre eles para a resolução de um problema específico ou fazer melhorias do desempenho da máquina”, exemplifica o consultor. Sem essa tecnologia, seria preciso trazer um profissional dos EUA para resolver o problema, o que seria mais oneroso e demorado.

Descubra os benefícios que a IIoT oferece às indústrias

A incorporação da IIoT pode ser feita em qualquer tipo de indústria independente do segmento. A seguir, conheça as principais vantagens de implementar tecnologias IIoT no chão de fábrica.

1. Eficiência operacional

A implantação da IIoT permite a instalação de sensores que identificam falhas em equipamentos em tempo real. Esses sensores enviam dados para serem armazenados no Big Data que possibilitam prognosticar situações críticas e possíveis falhas e, assim, agir rapidamente para evitar prejuízos com máquina parada.

Ricardo Afonso afirma que “a empresa precisa criar uma rede de sensores inteligentes e de alta disponibilidade, que permite conectar e analisar esses dados em tempo real”. Com isso, o resultado é uma gestão mais efetiva e precisa, permitindo que os gestores possam tomar decisões rápidas e corretas.

2. Controle de qualidade

Os sensores instalados nas máquinas coletam e enviam dados em tempo real para um servidor central que pode ser consultado a qualquer momento, mesmo remotamente. Assim, qualquer inconsistência é detectada durante o processo de produção, garantindo maior agilidade na decisão de correção, qualidade das mercadorias e, ainda, aumento da produtividade.

3. Segurança da equipe

A automação permite a inclusão de sistemas lógicos de segurança (safety) no maquinário, que ajudam a monitorar, controlar e reduzir os riscos de acidentes severos. Por exemplo, quando um colaborador está numa zona de risco, existem sensores com monitoramento redundante que compreenderão que há um risco iminente e com isso o sistema irá desativar os equipamentos, assim evitando a exposição do operador.

Além disso, os sensores presentes identificam quantas vezes o botão de emergência precisou ser acionado em determinado período, podendo levar à uma análise futura (analytics) para estudar o motivo pelo qual o sistema é interrompido pelo acionamento do botão de emergência.

Ainda há o fato de que os robôs colaborativos assumirão gradativamente as atividades insalubres e em locais inseguros, como trabalhos repetitivos, com ventilação comprometida e até mesmo logística interna (entrega de produtos em estoque). Também, qualquer problema que coloque a equipe em risco será notificado com antecedência devido a inteligência empregada à rede de sensores instalados no maquinário e até mesmo nos colaboradores.

Há empresas que já possuem projetos de rastreabilidade de pessoas através de sensores (beacons), que monitoram o acesso de indivíduos em lugares impróprios ou que precisam ser monitorados, como por exemplo, câmara fria, subestações e minas subterrâneas. 

Desse modo, os riscos à segurança e à saúde dos colaboradores serão reduzidos significativamente. Do mesmo modo, haverá a redução de encargos trabalhistas relativos a acidentes e doenças do trabalho.

4. Redução de custos

Existem diversos tipos de perdas no processo, como as decorrentes das seguintes falhas:

  • administrativas: dados não confiáveis para a tomada de decisão, ocasionando compra de materiais em excesso ou até mesmo sem prioridade;
  • operacionais: paradas não programadas, falta de manutenção preventiva, treinamento insuficiente para a equipe de colaboradores;
  • logísticas: fluxo demorado para entrega dos materiais durante o processo produtivo, problemas de entrega dos produtos ao consumidor final;
  • de recursos: equipamentos com alto custo de energia, maquinário com baixo rendimento (legado) ou ligado sem necessidade, materiais de baixa qualidade, falta de monitoramento das máquinas.

A Internet Industrial das Coisas possibilita um maior controle da utilização de seus ativos, incorrendo diretamente na redução dos custos do negócio. O valor economizado pode ser redirecionado para investimentos em crescimento, melhorias e novos mercados.

5. Auxílio na tomada de decisões

A IIoT é fundamental para um melhor planejamento estratégico. Graças aos sensores inteligentes, pode-se detectar e analisar fatores internos e externos da produção. Ou seja, o monitoramento constante da cadeia de produção (end-to-end) resulta em um conjunto de análises que possibilita uma percepção real do processo produtivo.

Com tantos dados de qualidade na mão, a tomada de decisões é feita de forma rápida e assertiva. Além disso, é possível fazer projeções baseadas em dados prescritivos, ajudando no crescimento da organização.

Quais as soluções oferecidas pelo Grupo EDGE?

Como somos um provedor de soluções de elétrica e automação industrial, oferecemos inúmeras opções tecnológicas para o crescimento das empresas. Uma delas é a robótica colaborativa, cujo objetivo é otimizar processos repetitivos e precisos.

Ricardo Afonso fala a respeito dos robôs autônomos (MiR) utilizados em áreas de logística: “por meio da inteligência artificial, traçam rotas de forma inteligente e fazem a entrega de produtos na linha de montagem de forma efetiva, podendo transitar de um setor a outro, incluindo diferentes andares”.

Outro recurso bastante procurado é o digital twin, ou gêmeo digital, uma tecnologia com foco em realidade aumentada. Com esse conceito, tanto os treinamentos quanto as orientações aos operadores são feitos virtualmente, evitando exposição dos operadores a riscos de acidentes e otimizando a capacitação de funcionários.

O Grupo EDGE também trabalha de forma efetiva com tecnologias habilitadoras à Industria 4.0, Inteligência Artificial, Analytics, Conectividade, CyberSecurity, entre outros. Ainda, priorizamos a segurança contra-ataques cibernéticos fazendo a gestão de assets e pessoas seguindo os standards e frameworks como ISA/IEC 62443 (antiga ANSI/ISA99), NIST 800-82 e DHS INL/EXT-06-11478.

Portanto, a IIoT é imprescindível para que uma empresa se mantenha ativa no mercado, visto que a transformação digital é um caminho sem volta para o setor industrial. Sua implantação traz maior eficiência operacional, melhora a qualidade dos produtos produzidos, aumenta a segurança dos trabalhadores e otimiza a utilização dos ativos. 

Para que sua empresa tenha todos esses benefícios, entre em contato conosco para conhecer as soluções personalizadas que oferecemos ao seu negócio.

Você também pode gostar

2 thoughts on “5 benefícios do uso de plataformas de IIoT para a indústria brasileira

Deixe uma resposta

-